Empreendedorismo Social

O fundador da Ninomiya Corporation, Akira Ninomiya Júnior, veio de uma longa trajetória de atuação em projetos assistenciais, como voluntário, desde 2001.

Em que pese a grande relevância das organizações sociais, a experiência com esses projetos sempre resultava em entraves financeiros, deficiência no quadro de trabalhadores, falta de profissionalismo, falta de estrutura, entre vários outros problemas inerentes às atividades filantrópicas.

Em agosto de 2011, em uma revista de empreendedorismo, Akira Júnior conheceu uma nova vertente que unia duas grandes aptidões: empreendedorismo e causa social.

A chamada da matéria era intrigante: “Eles querem mudar o mundo, mas também querem ganhar dinheiro. Muito dinheiro. Para essa nova geração de empreendedores com causa, ter lucros e construir uma sociedade melhor nunca foi um sonho tão possível”.

“Sem medo ou constrangimento de querer ganhar dinheiro, novos empreendedores têm descoberto que lucros e preocupação social podem, sim, fazer parte de um mesmo plano de negócios. É um movimento que nada tem a ver com filantropia ou assistencialismo. Os empresários com causa são guiados pelo desejo legítimo de crescer e ganhar mais para combater problemas sociais ou ambientais. ‘Esse tipo de negócio está em ascensão em todo mundo’, afirma o inglês John Elkington, autoridade mundial em sustentabilidade e coautor do livro Empreendedores Sociais: o Exemplo Incomum das Pessoas que Estão Transformando o Mundo”.

Assim estava sendo plantado o gérmen da nascitura da Corporação, que tem como atividade precípua desenvolver novos empreendimentos e administra-los dentro de uma visão sustentável, gerando impacto social positivo.

This post is also available in: Inglês